Aviação Civil

Widerøe é a primeira operadora do Embraer E190-E2

Em cerimônia realizada nesta quarta-feira (04/04) na sede da Embraer, em São José dos Campos, a Widerøe recebeu a “chave” do primeiro Embraer E190-E2 de produção. A Widerøe é a maior companhia aérea regional da Escandinávia e começará a voar com o novo avião em rotas domésticas no final deste mês.

IMG_3735

A “chave” do primeiro Embraer E190-E2 de produção para uma companhia aérea.

A família E2 é composta por três modelos de aeronaves com capacidades entre 80 e 146 assentos, a serem introduzidos até 2021. A Widerøe possui um pedido avaliado de US$873 milhões, sendo 15 unidades da nova versão E-jet: 3 pedidos firmes do E190-E2 e mais 12 direitos de compra. Esta é a primeira vez nos 84 anos de história da companhia Widerøe que incorpora um jato na frota.

A Widerøe contará com o Programa Pool de peças para reposição da Embraer, que abrange mais de 300 componentes. Atualmente, o programa conta com mais de 40 companhias aéreas em todo o mundo, foi concebido para permitir que as companhias aéreas minimizem seus investimentos iniciais em caros estoques de peças de reposição e tirem proveito da experiência técnica  da Embraer e da vasta rede de provedores de serviços para reparos de componentes.

0M0A3665_pa

O E190-E2 possui novos motores PW1700G, novas asas e trem de pousos. Em comparação a primeira geração do E190, 75% dos sistemas da aeronave são novos. Os testes finais em voo confirmam que o E2 é a aeronave de corredor único mais eficiente do mercado. O consumo de combustível por exemplo, comparado à geração anterior, apresenta uma melhoria de 17,3%; 1,3% melhor do que originalmente esperado.

O alcance da aeronave do E190-E2 em relação ao E190, a partir de aeroportos com altas temperaturas e grandes altitudes (Hot and High) aumentou em 600 milhas náuticas e mais de 1000 milhas a partir de aeroportos com pistas curtas, como London City, permitindo alcançar até Moscou, na Rússia. Pilotos da atual geração E-Jet precisarão de apenas dois dias e meio de treinamento para estarem qualificados a operar um E2.

Para Stein Nilsen, CEO da Widerøe, “o E190-E2 é uma aeronave impressionante. É o avião ideal para a Widerøe. (…) Estou convencido de que nossos passageiros vão adorar a cabine, nossas equipes de operações vão adorar a nova tecnologia, enquanto nosso time financeiro apreciará a economia que a aeronave traz. Acredito que todos vão celebrar conosco, como o cliente de lançamento, o fato de sermos a primeira companhia aérea a voar com o avião mais ecologicamente amigável, com o menor ruído e emissões entre as aeronaves de sua categoria”.

“Este é um dia histórico para o programa de E-jets e para a Embraer. A entrega deste E2 marca a continuação de uma verdadeira história de sucesso na aviação global. Estou honrado pelo fato de a Widerøe ser a nossa operadora de lançamento”, disse John Slattery, Presidente & CEO da Embraer Aviação Comercial.

O E190-E2 recebeu o Certificado de Tipo em fevereiro das três maiores autoridades aeronáuticas internacionais (FAA, EASA e ANAC) simultanemante, sendo a primeira vez que um programa aeronáutico com o nível de complexidade do E2 recebeu o Certificado de Tipo desta maneira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s