Aviação Civil

O último dia de operação da Virgin America “bye bye Redwood”

Após ser adquirida pela Alaska Airlines, empresa realiza seus últimos vôos na noite desta terça-feira.

A Virgin America não existirá mais a patir dos primeiros minutos desta quarta-feira(25), os últimos vôos serão realizados durante a noite de terça-feira. Após ser adquirida pela Alaska Airlines, a empresa não terá mais seus canais de vendas ou qualquer serviço, contrato e imagem em aeroportos. O que restará será boa parte dos Airbus com a pintura da Virgin America, mas já com seus respectivos processos de repintura programado,

O último vôo, VX1947 sairá de Los Angeles, chegando ao Hub da empresa em São Francisco, as 9:35 da noite. Ao longo da madrugada todo o processo de mudança se dará nos aeroportos que mantém a indentidade da Virgin America. O callsign, “Redwood” deixou de ser usado desde 10 de janeiro.

6EF368D6-FB85-42C8-B286-E2B944EDA7C4-637-000000671C6946F8

Virgin America operou 65 aeronaves Airbus.

A Virgin America foi fundada em 2004, com sede em São Francisco, suas operações começaram em 2007. A empresa surgiu com a união da ideia de Richard Brason com investidores em criar uma companhia low fare nos Estados Unidos. Após a procura de sócios, a empresa segurou os investimentos necessários, os principais investidores foram a Black Canyon Capital e o Cyrus Capital Partners.

Com participação de capital americano, deu-se então a entrada ao papéis burocráticos, para ter todas as autorizações necessárias para operar e comercializar vôos de uma linha aérea regular americana. O processo de aprovação demorou mais que os esperado, concorrentes acusavam a Virgin America de ser uma filial da Virgin Atlantic, associações e uniões de trabalhadores também foram grandes obstáculos até o início dos vôos.

Em julho de 2007, as vendas foram iniciadas para o primeiro destino, Nova York. O vôo inaugural da empresa aconteceu em agosto de 2008, ligando São Francisco a Nova York(JFK). A Virgin America foi a primeira empresa norte-americana a oferecer acesso a rede de Wi-Fi em todas as suas aeronaves, diversas outras inovações foram oferecidas ao mercado.

05979E1B-0D1A-4B4C-9F42-E675D27F2F60-637-000000708B17464E

Virgin America foi a primeira companhia aérea americana a oferecer acesso Wi-Fi.

No dia 4 de abril, de 2016, a Alaska Airlines comprou a Virgin America por US$ 2.6 bilhões, somados os débitos, o investimento total na aquisição foi de US$ 4 bilhões. Ao longo do ano de 2016, Alaska e Virgin conseguiram as aprovações necessárias do DOT(Departamento de transporte) e DOJ(Departamento de Justiça) para a fusão.

Até sua venda à Alaska Airlines em 2016, a Virgin America operava uma frota de 65 aeronaves, sendo 10 A319, 53 A320-200 e 2 A321neo. O pedido de 10 A321neo foi transferido para a Alaska Airlines, já a encomenda de 30 A320neo deve ser cancelada pela empresa de Seattle.

62FC2D5D-2556-42D6-B979-0BBCE17BB813-637-0000007D2538AB2E

Alaska Airlines já começou a pintar os Airbus para seu esquema visual.

Em janeiro de 2018, a FAA(Federal Aviation Adminstration) concedeu certificado único à Alaska Airlines e Virgin America. Concluindo o processo de fusão e formando a quinta maior companhia aérea americana.

“Bye bye Redwood”

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s