Aviação Civil

Morre aos 87 anos Herb Kelleher, fundador da Southwest Airlines

Kelleher é uma lenda da aviação comercial, considerado o “pai” do modelo low-cost como conhecemos hoje.

A Southwest Airlines, maior operadora doméstica dos Estados Unidos e uma das maiores low-costs do mundo, anunciou ontem (3), a morte de seu fundador e primeiro chairman, Herbert “Herb” Kelleher, aos 87 anos de idade.

Emeritus Herbert D. Kelleher

No comunicado, a empresa declarou:

Herb foi um pioneiro, um independente, e um inovador. Sua visão revolucionou a aviação comercial e democratizou os céus. Sua paixão, entusiasmo pela vida e investimento insaciável em relações criou duradouras e incomensuráveis impressões em todos que o conheciam e serão eternamente o alicerce e espírito de corpo da Southwest Airlines.

Herb tinha o cargo de chairman emérito da Southwest, criado especialmente para ele.

Herb e a Southwest

A Southwest foi fundada no fim dos anos 60 no Texas por Herb e outros sócios, enfrentando forte lobby contrário de suas concorrentes. A proposta da empresa era oferecer um serviço acessível, frequente e despojado, totalmente contrário às tendências da época.

O caso foi para a Justiça, chegando à suprema corte texana. Herb teve papel providencial nesse processo; com seu diploma de direito, se ofereceu para defender a companhia, pagando todos os custos. O ganho de causa chegou em 1970 e a empresa iniciou seus voos regulares em junho de 1971.

Kelleher, Herbert D.

A SWA encerrou 1971 tendo transportado 108 mil passageiros, com quatro aviões, cinco destinos no Texas e 195 funcionários. Em 2017 transportou 130 milhões de passageiros com 706 aeronaves, cem destinos nas Américas do Norte e Central e 58 mil funcionários. Os números impressionam, e esse crescimento constante se deve principalmente à figura de Kelleher, que criou uma cultura na empresa atraente para funcionários e clientes. Isso se reflete nos resultados da empresa, que há mais de 40 anos não apresenta prejuízo trimestral.

Herb foi chairman da companhia de 1978 a 2008, bem como CEO de 1981 a 2001. Nesse meio tempo, transformou-se em um guru informal para todos no mercado da aviação comercial; uma figura mítica. Criou como dogma uma escala de prioridades em uma companhia: funcionários, clientes e acionistas. Como dito por ele em uma entrevista muito interessante (clique aqui para acessá-la):

Nós basicamente dissemos à nossa gente, há três coisas em que estamos interessados. Os custos mais baixos da indústria – isso não machuca, ter os menores custos. O melhor serviço ao cliente – é um elemento muito importante de valor. Dissemos, além disso, que estamos interessado no intangível – uma infusão espiritual – pois é a coisa mais difícil de ser replicada pelos seus competidores. O tangível, seus competidores podem sair e comprar. Mas eles não podem comprar seu espírito. Então essa é a coisa mais poderosa de todas.

[…]

Os comissários da Southwest cantam porque eles querem. Não programamos nosso treinamento de comissários para ensinar as pessoas a cantar ou contar piadas. O que dizemos é, “se essa é a sua personalidade básica, sinta-se livre para ir em frente e fazê-lo.” Não estamos tentando treinar você para ser diferente de quem você realmente é.

Essa cultura muito presente na companhia a transformou em uma gigante do mercado de aviação. A Southwest foi a primeira low-cost de sucesso, abrindo caminho para todas as outras deste segmento no mundo; esse é o maior legado de Kelleher para a aviação comercial.

Reações

Diversas figuras da aviação comercial expressaram seus sentimentos pela morte de Kelleher. Michael O’Leary, CEO da Ryanair, declarou:

Herb era o mestre Yoda das empresas low-fare. Ele era o líder, o visionário e o professor: sem Herb não haveria Ryanair e não haveria companhias de baixa tarifa em lugar nenhum. […] Herb pode ter falecido, mas seu espírito, legado e revolução no modelo velho, congestionado e caro de empresas aéreas viverá para sempre.

Gary C. Kelly, atual CEO da Southwest, expressou seu luto em vídeo divulgado pela empresa.

Herb era excepcionalmente talentoso; ele tinha uma mente brilhante, e uma das grandes alegrias em minha vida foi conhecer o Herb e trabalhar com ele. Eu entrei para a Southwest Airlines cerca de 30 anos atrás e trabalhei diretamente para o Herb na maioria desse tempo. Ele era meu mentor, meu conselheiro, meu professor e meu amigo. E eu não sei como ele fez isso, eu não sei como alguém podia dormir tão pouco e ainda assim ter tanta energia. Mas ele conseguia fazê-lo, e superar todos nós em qualquer dia de semana e o dobro aos domingos.

O CEO da rival American Airlines, Doug Parker, também publicou comunicado.

A visão de Herb trouxe a liberdade da viagem a centenas de milhões de pessoas, e seu apetite por qualquer batalha, real ou percebida, não tinha igual. […] Seu estilo apresenta o maior estudo de caso para companhias aéreas ou empresa de serviços na qual se você cuida de seus funcionários, eles cuidarão de seus clientes, que cuidarão de seus acionistas. Essa maneira simples mas profunda de liderar continua a nos inspirar, e aspiramos a honrar o exemplo de Herb. Hoje perdemos um ícone da indústria, uma lenda, e um amigo que nunca esqueceremos. Obrigado, Herb, você nos fez melhores.

Alguns dos conceitos, soluções e criatividade da Southwest Airlines, liderada por Herb é narrada no livro “NUTS!”. O livro de autoria de Jackie Freiberg e Kevin Freiberg narra a história da Southwest Airlines, desde a “idéia maluca” ao crescimento e inovações feitas pela empresa na indústria aérea.

Mas o ponto central do livro é como Herb formou uma cultura especial na Southwest, baseada no ótimo atendimento ao cliente, no amor ao trabalho e seus funcionários e, especialmente, no bom humor.

A Southwest promete realizar diversas homenagens póstumas nos próximos dias e nas próximas semanas.

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s