Aviação Civil

Na expectativa por novos voos, segmento de ground handling comemora redução do ICMS em São Paulo

Redução da alíquota do ICMS sobre o querosene no estado de São Paulo, impulsiona o segmento de empresas de ground handling.

Com a expectativa da criação de 490 novos voos, as empresas de serviço em solo comemoraram o anúncio da redução de 25% para 12% na alíquota do ICMS sobre o querosene (QAV), pelo governo do estado de São Paulo.

Os novos voos criarão mais demanda para os serviços especializados das empresas de ground handling. No Brasil, 40% dos serviços em solo são realizados por empresas especializadas, as chamadas Esatas (Empresas de Serviços Auxiliares ao Transporte Aéreo).

IMG_3253

Com a redução do ICMS sobre o querosene, empresas de ground hadling aguardam a criação de 490 novos voos.

Segundo dados da Abesata (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo), o segmento é responsável por 40 mil empregos diretos no país.

“Em um momento tão complicado como o que estamos vivendo, a redução do imposto é uma boa notícia. Novos voos vão demandar mais os serviços especializados das empresas de ground handling e dar à aviação comercial o impulso necessário para alavancar o crescimento. O imposto de 25% em São Paulo representava uma distorção”, comenta Ricardo Aparecido Miguel, presidente da Abesata.

Nos últimos anos a privatização dos aeroportos brasileiros impulsionou o crescimento das Esatas, atraindo os principais players mundiais do setor. Ao todo, existem 122 Esatas no Brasil.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s