Aviação Civil

Mitsubishi apresenta SpaceJet novo nome do jato regional MRJ

Família SpaceJet terá duas versões. Fabricante japonesa busca atender restrições do mercado regional norte-americano.

A Mitsubishi alterou o nome comercial do Mitsubishi Regional Jet (MRJ). A fabricante japonesa apresentou hoje (13) a nova família SpaceJet. A nova linha regional inclui o SpaceJet M90 (nova designação do MRJ90) e a adição de um novo membro, o SpaceJet M100.

“A família Mitsubishi SpaceJet representa nosso plano para redefinir os negócios de viagens aéreas regionais”, disse Hisakazu Mizutani, presidente da Mitsubishi Aircraft Corporation. “Este é um segmento comercial onde vemos grandes oportunidades. Ao nos prepararmos para a entrada em serviço da SpaceJet M90, também estamos anunciando a SpaceJet M100”, complementa Mizutani.

SpaceJet

Divulgação/Mitsubishi Aircraft

O SpaceJet M100 foi projetado para atender as regras do mercado dos Estados Unidos. Com uma configuração de cabine em três classes para 65 a 76 passageiros, o M100 atende as restrições impostas pela scope clause, que restringe as operadoras regionais norte-americanas de operar com aeronaves com mais de 76 assentos ou peso máximo de decolagem (MTOW-Maximum Take-Off Weight) superior a 39.000 kg.

Flexível para as necessidades e demandas do mercado global, o SpaceJet M100 pode acomodar 88 assentos em classe única. Já a versão M90, excede o limite de peso transportando 69 passageiros. O lançamento formal do programa SpaceJet M100 está previsto para o final deste ano.

MRJ_1.png

SpaceJet M90 nova designação do MRJ90.

Um mock-up da cabine do M100 será apresentado no Paris Air Show, que acontece na próxima semana entre os dias 17 e 23 de junho.

DESAFIO PARA A BOEING BRASIL

Maior mercado aéreo regional do mundo, os Estados Unidos é de fundamental importância para os negócios da Boeing Brasil, atual Embraer.

O Embraer 175 atende perfeitamente as cláusulas restritivas, porém a versão E2 do jato brasileiro ultrapassa o limite do peso máximo de decolagem estipulado para aviação regional dos EUA.

E175-E2

Primeira fuselagem do E175-E2 está sendo finalizada em São José dos Campos.

Com o desenvolvimento do SpaceJet M100, a Mitsubishi Aircraft pode ser a única a oferecer um novo jato que atenda os requisitos das aéreas regionais americanas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s