Aviação Civil

Governo veta bagagem gratuita em voos domésticos

Veto a franquia de bagagem se deu por razões de interesse público e violação ao devido processo legislativo.

O presidente Jair Bolsonaro vetou hoje (17), a gratuidade de bagagens em voos domésticos inserida por emenda parlamentar na Medida Provisória (MP) 863, que abriu o setor aéreo para o capital estrangeiro.

Segundo o Palácio do Planalto, o veto se deu por razões de interesse público e violação ao devido processo legislativo. A MP, editada no governo Temer, e aprovada pelo Congresso em maio deste ano, permite que as empresas aéreas estabelecidas no Brasil possam ter até 100% de seu capital estrangeiro.

A emenda incluída no texto original da MP retomava a gratuidade para bagagem em voos domésticos, de até 23 quilos em aviões com capacidade acima de 31 lugares.

Com a decisão do governo, as companhias aéreas seguem autorizadas a cobrar por despacho de bagagens nos voos domésticos. O texto da lei, com os vetos, aguarda publicação no Diário Oficial da União.

 

Anúncios

2 respostas »

  1. É sério isso? O Presidente e o Congresso decidindo sobre cobrança de bagagens?!?!? Não há nada mais importante a fazer do que deixar o mercado se auto regulamentar?

    Curtir

Deixe uma resposta para Guilherme Camargos Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s