Aviação Civil

A estratégia da Avianca Holdings no Brasil sem Avianca Brasil

Companhia se posiciona no mercado brasileiro.

A Avianca Holdings, controladora da Avianca Colômbia e Avianca Peru, vem se posicionando no mercado brasileiro para garantir seus voos no país, sem os voos da Avianca Brasil.

Com a interrupção dos voos da Avianca Brasil em maio, a Avianca Holdings precisa garantir a distribuição de seus clientes no Brasil, realizando acordos de interline e codeshare. Para essa tarefa, as companhias aéreas Azul e GOL realizarão as conexões para os clientes da companhia colombiana, que mantêm ligações para São Paulo (GRU), Rio de Janeiro (GIG) e Porto Alegre (POA), saindo de Bogotá (BOG) e Lima (LIM).

Avianca A320neo

Outra estratégia que a Avianca Holdings está tomando, é em relação a deixar seus clientes cientes que Avianca Brasil, não fazia parte do grupo, para evitar danos à imagem da companhia. Por ter tido os mesmos controladores, José e Germán Efromovich, a OceanAir adotou a marca da Avianca Brasil nos últimos anos.

“Como os nomes se confundem, o que é normal, os passageiros acabam se afastando”, palavras do vice-presidente da Avianca Holdings, Renato Covelo. Renato é brasileiro, e assumiu a gestão da Avianca Holdings como CEO interino após a United o direito de voto que antes percencia a BRW Aviation do Germán Efromovich na Avianca Holdings. Na última semana, foi anunciado o nome de Anko Van der Werff, ex-Aeromexico, como o novo presidente do grupo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s