Aviação Civil

Pampulha e Confins poderão operar de forma conjunta após privatização

CNF ao vivo – Privatização da Pampulha deve ocorrer até 2021.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, esclareceu que a Pampulha deverá ser privatizada até 2021. A disputa pela retomada dos voos na Pampulha vem sendo realizada nos últimos anos e foi motivo de vários conflitos entre a iniciativa privada que levou Confins em 2013, a BH Airport, com os antigos governos estadual e federal que queriam a volta dos voos com aeronaves de mais de 70 assentos no aeroporto central.

Boeing 737-700 GOL Pampulha PLU

O aeroporto da Pampulha recebeu no ano passado, dois voos diários da GOL operados pelo Boeing 737-700.

Para o ministro Tarcísio, um dos estudos é oferecer a Pampulha juntamente com a participação ainda existente da INFRAERO no aeroporto de Confins, que representa 49%. Por tanto, não haverá concorrência entre os dois aeroportos, já que o vencedor terá participação e um assento no Conselho Administrativo da BH Airport. Tarcísio também afastou a possibilidade do fechamento da Pampulha, por causa da aviação executiva e geral, fortes no aeroporto.

No ano passado, a GOL chegou a operar no aeroporto central com dois voos diários para Juíz de Fora (IZA) e depois seguia para São Paulo (CGH). A operação era permitida pois conectava Belo Horizonte (PLU) com um aeroporto regional, e não uma ligação direta para outro estado. Em março deste ano, o Tribunal de Constas da União (TCU) revogou a medida cautelar, que permitia o retorno destes voos na Pampulha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s