Ponte Aérea

Onde a notícia voa

United tem lucro líquido de US$ 1,1 bi no 2º trimestre; empresa compra 19 737NG usados

Lucro da United Airlines cresce 54% no segundo trimestre.

A United Airlines anunciou lucro líquido de US$ 1,1 bihão no segundo trimestre do ano, alta de 54% na comparação anual. O lucro ajustado diluído por ação foi de US$ 4,21 no trimestre.

No trimestre findo em junho, a United Airlines transportou aproximadamente 43 milhões de passageiros. A receita total de passageiros aumentou 6,1% em relação ao segundo trimestre de 2018.

United

A receita consolidada da companhia no período foi de US$ 11,4 bilhões, crescimento de 5,8% em relação ao mesmo trimestre do ano passado. O custo unitário por assento (CASM) caiu 0,4% na comparação anual. 

“Graças aos esforços extraordinários e sustentados de 95 mil membros da equipe da United, a United agora está entregando consistentemente resultados para nossos clientes e investidores”, disse Oscar Munoz, CEO da United Airlines. “Os resultados de primeira linha são agora a expectativa, não a exceção para a United”, complementa Munoz.

No último mês de abril, a companhia aérea com sede em Chicago apresentou sua nova imagem corporativa, no Boeing 737-800, matrícula N37267. Ainda no segundo trimestre, a United recebeu duas aeronaves Boeing 787-10, dois A319 e sete E175.

United Express E175
Divulgação/Embraer

No comunicado de apresentação dos resultados, a United informa ter assinado acordo para a compra de 19 aeronaves 737-700 usadas com entregas programadas a partir de dezembro, o que representa um acréscimo de quase 50% na atual frota de 40 aeronaves do modelo da companhia.

Não é a primeira vez que a United compra aeronaves de segunda mão, apesar da frota de 14 737 MAX 9 da companhia estar fora de operação, a adição dos 737NG não indica atender a capacidade deixada pelos MAX, mas ajustar demandas de determinadas rotas ou lançamentos de novos trechos.