Aviação Civil

Os destinos solicitados por Azul, MAP, Passaredo e Two em Congonhas

Azul na ponte aérea Rio-São Paulo, MAP, Passaredo e Two solicitam voos regionais.

O processo de distribuição dos direitos de pouso e decolagem (slots) que pertenciam a Avianca Brasil no aeroporto de Congonhas (CGH), em São Paulo, foi concluído pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) na última quarta-feira. Apenas empresas consideradas “nova entrante” disputaram os 41 slots diários.

As autorizações provisórias foram alocadas para três empresas: Azul, MAP e Passaredo, além da alocação adicional de 14 slots solicitados pela TwoFlex. Maior interessada, a Azul solicitou a totalidade dos slots, mas ficou com 15 pares, a MAP que também havia solicitado todos os direitos, obteve 12 horários. A Passaredo protocolou a utilização de 30 slots, 14 deles foram concedidos. Devido ao tipo de equipamento utilizado, a Twoflex teve os 14 slots solicitados alocados na pista auxiliar de Congonhas.

Azul

Como era esperado a Azul utilizará os novos slots para voos com destino ao aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Selando a entrada da terceira maior companhia aérea do país na ponte aérea Rio-São Paulo, principal rota do mercado brasileiro. Segundo dados da ANAC, os voos serão operados com o A320neo, configurados para 174 passageiros.

A MAP solicitou voos para Araraquara (SP), Bauru (SP), Campos dos Goytacazes (RJ), Dourados (MS), Ponta Grossa (PR), Rio Verde (GO) e Rondonópolis (MT). A Passaredo ligará São Paulo (CGH) a cidade de Ribeirão Preto (SP), sede da companhia. A Twoflex pretende oferecer voos para três destinos no interior do estado de São Paulo: Barretos, Bauru e Franca.

MAP Linhas Aéreas

De acordo com a ANAC, MAP e Passaredo deverão comprovar requisitos operacionais exigidos junto a Infraero e ao órgão de controle do espaço aéreo para operar no aeroporto paulistano. As companhias aéreas terão até o dia 09 de agosto para comprovar os requisitos operacionais. Quando aprovados, as empresas poderão iniciar a oferta de voos de acordo com os horários alocados.

Caso alguma empresa não seja autorizada a operar, os slots voltarão para o banco e serão redistribuídos, ou seja, até 100% para as companhias aéreas consideradas “nova entrante” ou dividido entre as atuais operadoras de Congonhas. As novas rotas devem ser iniciadas a partir do dia 27 de outubro de 2019.

Anúncios

3 respostas »

  1. Eu gostaria de saber ,e pro Nordeste tipo Alagoas?? Entrando uma nova empresa devido à concorrência.nao iria abaixar ? Porque está muito caro

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s