Aviação Civil

LATAM tem prejuízo de US$ 62,8 milhões no 2º trimestre

Grupo LATAM reduz perdas, mas registra prejuízo no segundo trimestre de 2019.

O Grupo LATAM, maior empresa aérea da América Latina, divulgou nesta terça-feira (13) prejuízo líquido de US$ 62,8 milhões no segundo trimestre, ante perdas de US$ 207,8 milhões no mesmo período do ano passado. O resultado operacional foi de US$ 40,2 milhões e margem de 1,7%.

A receita total líquida no trimestre aumentou 0,5%, para US$ 2,3 bilhões. Segundo a empresa, o aumento foi impulsionado por uma alta de 3,2% nas receitas de passageiros, principalmente no mercado brasileiro. O faturamento com carga registrou queda de 10,2%, impactado pelas mudanças cambiais e reduções nas importações nos países latinos americanos.

LATAM A350

As despesas operacionais aumentaram 1,1%, para US$ 2,3 bilhões, devido a um aumento de 5,2% nos custos de combustível e incremento de 6,7% no consumo de querosene. Excluindo o combustível, as despesas operacionais totais caíram 0,7% em relação ao mesmo trimestre de 2018.

Entre abril e junho de 2019, a LATAM transportou 16,8 milhões de passageiros, 1,4 milhões a mais na comparação um ano antes. A capacidade (ASK) consolidada do grupo cresceu 4,8% no trimestre, a taxa de ocupação foi de 83,3%, alta de 1,8 ponto percentual.

O mercado doméstico brasileiro representou 29,6% das receitas de passageiros do grupo no segundo trimestre. A receita operacional por passageiro (RASK) subiu 18,7% (29,5% em reais), compensando quedas nas operações internacionais e domésticas das subsidiárias no continente, em parte devido à desvalorização da moeda frente ao dólar. A demanda (RPK) doméstica no Brasil aumentou 4,8%, frente alta de 1,3% na oferta (ASK), resultando em uma taxa de ocupação de 79,9%, aumento de 2,7 pontos percentuais.

O transporte de passageiros internacionais representou 51,3% do total das receitas com passageiros. A capacidade (ASK) consolidada no segmento internacional cresceu 3,3%, enquanto a demanda (RPK) subiu 6,0% na comparação com o mesmo trimestre do ano passado. A taxa de ocupação foi de 86,1%, uma variação positiva de 2,2 pontos percentuais.

O Grupo LATAM e suas afiliadas devem encerrar o ano fiscal de 2019 com uma frota operacional composta por 328 aeronaves, sendo 240 jatos da família A320, 77 widebodies e 11 cargueiros, conforme tabela abaixo:

IMG_3843

No final do segundo trimestre de 2019, a LATAM reportou US$ 1,3 bilhões em caixa e equivalentes de caixa, incluindo alguns investimentos de alta liquidez contabilizados como outros ativos financeiros atuais.

 

Categorias:Aviação Civil

Marcado como:, , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s