Aviação Civil

Qantas identifica fissura na asa de um dos seus Boeing 737-800

São previstos ao menos 50 737 Next Generation no mundo estejam com o problema.

A Qantas divulgou recentemente, que identificou a fissura na asa de um dos seus Boeing 737-800. O problema que foi reportado pela Boeing a cerca de dois meses, prejudicou principalmente a brasileira GOL, conforme noticiado primeiramente pelo Ponte Aérea, que identificou em 11 737 NG da sua frota.

737-800 Qantas

Boeing 737-800 da Qantas. Foto por Allen Zhao via Airliners.net.

A Boeing havia emitido um alerta de fissura na raíz das asas do Boeing 737 Next Generation (modelos 600, 700, 800 e 900), que poderia estar presente nos 737 NG com mais de 30 mil ciclos, algo que só seria previsto identificar em jatos com mais de 90 mil ciclos.

Segundo a Qantas, porém, não possui nenhum 737-800 com mais de 30 mil ciclos, e foi identificado o mesmo problema em um 737-800 com menos de 27 mil ciclos. Em comunicado, a companhia autraliana reforçou que “nunca usaríamos um avião a não ser que fosse completamente seguro. (…) Mesmo que haja uma fissura, isso não compromete imediatamente a segurança da aeronave”. A Qantas espera até o final de semana inspecionar toda a sua frota de 737-800, única versão do Next Generation em sua frota, sendo já realizado em 30 dos 75 exemplares do 737.

 

Categorias:Aviação Civil

Marcado como:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s