Ponte Aérea

Onde a notícia voa

Lufthansa Technik deve converter o Airbus A380 para versão cargueira

A Lufthansa Technik, a divisão de manutenção de aeronaves da alemã Lufthansa, está com um projeto em mãos para converter o maior avião de passageiros do mundo em cargueiro.

Normalmente, uma aeronave que recebeu uma aprovação para o transporte de passageiros não pode simplesmente ser carregada com carga na cabine, pois além dos cálculos de performance, peso e balanceamento, os critérios de aprovação para cabines de passageiros e compartimentos de carga são completamente diferentes.

Por exemplo, a carga possui uma força sob o piso diferente de um passageiro, ou seja, a capacidade de carga estrutural de uma aeronave de passageiros é menor que a de uma aeronave de carga.  Além disso, enquanto no transporte de passageiros as rotas de evacuação devem ser mantidas livres e o suprimento de oxigênio deve ser garantido para cada pessoa, medidas especiais de proteção contra incêndio devem ser tomadas a bordo de uma aeronave cargueira. Todos esses critérios, e mais alguns, devem ser levados em consideração e incorporados à documentação técnica por engenheiros devidamente qualificados e aprovados.

Essa conversão em questão não envolve nenhuma instalação de porta de cargas, ou modificações mais pesadas, apenas uma adaptação para o avião conseguir levar caixas em seu interior.

Até agora, os especialistas em modificação de cabine da empresa receberam consultas de mais de 40 companhias aéreas. Mais de 15 projetos para diferentes tipos de aeronaves já estão em fase de implementação. Atualmente, a Lufthansa Technik está trabalhando arduamente para obter STCs (Supplemental Type Certificate) para todos os tipos de aeronaves usuais em operação mundial, para que as companhias aéreas de todo o mundo possam converter rapidamente suas aeronaves de passageiros em cargueiros auxiliares.

“Nos últimos dias, recebemos um grande interesse de diferentes companhias aéreas em relação aos nossos serviços de conversão de passageiros para cargueiros”, explicou Henning Jochmann, diretor sênior de manutenção de base de modificação de aeronaves da Lufthansa Technik. 

“Como o escopo de trabalho compreende muito mais do que apenas ocupar assentos, você precisa de especialistas em engenharia que saibam exatamente quais são os desafios e como documentar as soluções técnicas tão corretamente para que as autoridades da aviação concordem. A nossa solução pode ser transferida para o nosso STC posteriormente, sem grandes ajustes. Isso significa que qualquer pessoa que opte pela solução excepcional da Lufthansa Technik agora pode facilmente mudar para a solução permanente STC no futuro.”