Ponte Aérea

Onde a notícia voa

Azul anuncia subarrendamento de 53 Embraer E1s

A Azul Linhas Aéreas anuncia hoje que espera subarrendar 53 de suas aeronaves Embraer E1s (“E1”) de antiga geração para a LOT, uma companhia aérea da Polônia, e para a BreezeAviation, uma companhia aérea start-up com sede os EUA. Essa transação segue a estratégia da Azul de acelerar a sua transformação da frota, a partir da substituição das aeronaves E195 por aeronaves E2 maiores e de nova geração, que são mais eficientes no consumo de combustível, devido à nova tecnologia do motor. 

Nos últimos 11 anos, as aeronaves E195 foram a base do modelo de negócios da Azul, e sem dúvida continuarão a oferecer uma ótima experiência aos clientes da LOT e da Breeze. Agora que construímos a malha mais extensa do Brasil, estamos prontos para adicionar em nossa frota as aeronaves E2. O preço do combustível no Brasil é cerca de 35% mais caro do que em outras partes do mundo, por isso é essencial que a Azul passe a operar com aeronaves da próxima geração o quanto antes”, afirma John Rodgerson, CEO da Azul.  

A capacidade do E195 de performar bem em voos de baixa utilização e de curta distância, o tornam o complemento ideal para o Airbus A220-300, que irão atender mercados de alta utilização e de longa distância. Nós acreditamos que existe um potencial significativo para o mercado de fretamento, e grande demanda durante o período de alta estação nos Estados Unidos para um avião com essa quantidade de assentos e estrutura de custos. Sem assentos do meio, o E195 é bem avaliado pelos clientes nos quesitos conforto e satisfação, e estamos animados com a introdução dessa aeronave em nossa frota ”, disse Lukas Johnson, diretor comercial da BreezeAviation Group.

Os E195s são fundamentais para a missão da nossa frota de curto alcance. Muito elogiados por nossos passageiros, eles já provaram sua confiabilidade e eficiência de custos nos últimos anos e é isso que nós almejamos ao desenvolver a malha de voos a partir de nossas bases em Varsóvia e Budapeste. Graças a isso, em 2021, a LOT será a maior operadora da Embraer na Europa e uma das maiores do mundo”, diz Rafał Milczarski, CEO da LOT Polish Airlines.

 A Azul e a LOT assinaram uma carta de intenção para subarrendar 18 aeronaves com pedidos firmes, e até 14 opções adicionais, sujeitas a aprovações da LOT. Vale lembrar que a LOT já adquiriu sete E195s da Azul em anos anteriores. Adicionalmente, espera-se que a Breeze, que foi fundada por nosso acionista controlador, subarrende até 28 aeronaves, transação essa sujeita à aprovação dos acionistas da Azul conforme determinado pelo Estatuto Social da Companhia. Dessa forma, espera-se que todos os E195s sejam removidos da frota da Azul até o final de 2022, e que sejam subarrendados até o final do prazo original do arrendamento operacional.

 

Substituição de aeronaves cria valor aos acionistas da Azul  

A Azul conduziu uma extensa análise financeira sobre os benefícios da substituição dos E195s por aeronaves de nova geração mais eficientes em termos de consumo de combustível. As aeronaves Embraer E2 têm um custo por viagem 14% menor, e um custo unitário 26% menor em comparação aos E195s, além de ter 18 assentos adicionais. Essa significativa redução de custos é impulsionada principalmente pela eficiência no consumo de combustível do E2, menor custo de aquisição e reduzidos custos de manutenção, conforme detalhado na tabela abaixo. Como resultado do menor custo por assento do E2, a Companhia espera operar essas aeronaves com uma taxa de utilização de aproximadamente 13 horas por dia, aumentando ainda mais a rentabilidade desse equipamento.

Considerando que o prazo remanescente do contrato de locação da frota atual de E195s da Azul é de 4,7 anos, a Companhia acredita que a aceleração da transformação de sua frota irá gerar um fluxo de caixa operacional incremental de aproximadamente R$2,9 bilhões entre 2020 e 2027. Especificamente, a empresa espera que o melhor desempenho dos E2s, combinado com a receita de subarrendamento, mais do que compensarão o custo incremental de acelerar a substituição de todos os E195s até 2022. 

Adicionalmente, a substituição de toda a frota de E195 da Azul deve gerar R$4,8 bilhões de EBITDA incremental entre 2020 e 2027, ou aproximadamente R$16 milhões por aeronave E195 substituída, em uma base anualizada. 

Devido à diferença entre o valor contábil dos arrendamentos atuais dos E195s e o valor recuperável estimado, a Companhia espera reconhecer uma baixa não-caixa de até US$750 milhões, que será refletido no resultado do quarto trimestre da Companhia, conforme detalhado abaixo.

Transação com partes relacionadas – Contrato com a Breeze

O subarrendamento de até 28 aeronaves E195s para a Breeze foi aprovado pelo nosso Comitê de Governança Corporativa e pelo Conselho de Administração da Companhia, e foi submetida à aprovação dos acionistas da Azul. Essa aprovação é necessária para a Azul receber os benefícios econômicos significativos conforme descrito acima.

A transação com a Breeze foi realizada nas condições de mercado e seus termos comerciais proporcionam benefícios econômicos substancialmente comparáveis quando comparados com o contrato de subarrendamento com a LOT. A Azorra Aviation LLC, um lessor de aeronaves e consultor independente de aviação especializado no mercado de Embraer, com mais de 30 anos de experiência no setor, verificou a análise de equivalência da Companhia entre as transações da LOT e da Breeze. A Ernst e Young auditores independentes realizaram trabalho de “Procedimentos Pré-Acordados” sobre determinadas informações utilizadas na análise afim de confirmar a sua acuracidade 

A Assembleia Geral Extraordinária da Azul está marcada para o dia 2 de março de 2020. Para acessar os materiais da Assembleia visite www.voeazul.com.br/ri   

 

error: Conteúdo protegido!