Ponte Aérea

Onde a notícia voa

SAA pode receber financiamento de US$ 239 mi de banco estatal

A South African Airways recebeu acesso a aproximadamente US$ 239 milhões do Banco de Desenvolvimento da África Austral (DBSA) para evitar sua falência, segundo a Bloomberg. A companhia já cancelou alguns voos este mês após o governo perder o prazo de fornecer verba como parte dos termos de proteção de falência.

A SAA acumula um saldo deficitário desde 2011 e sobrevive com o plano de resgate financeiro governamental. Os profissionais de business rescue da companhia têm até o final de fevereiro para oferecer um novo plano, mas o Tesouro Nacional reluta em comprometer mais fundos estatais como parte dessa estratégia.

A DBSA planeja investir em projetos de infraestrutura na África do Sul e no restante do continente com o intuito de ajudar no desenvolvimento econômico. As opções de financiamento necessárias para uma reestruturação após a adoção do plano já estão sendo consideradas. A companhia afirma ainda que encontrar um parceiro de patrimônio e preservar os empregos dos funcionários continuam sendo as prioridades.

Atualmente, a companhia aérea conta com mais de 5 mil funcionários e milhares de fornecedores e empresas associadas, em um país com uma taxa de desemprego de 29%. A SAA também opera rotas para 21 destinos na África e em cidades mais distantes, incluindo Nova York e Londres.

error: Conteúdo protegido!